A complexa operação de desembarque dos militares do governo Bolsonaro

No Governo

O descontentamento dos militares com a saída de Sergio Moro é 1 fato. Os oficiais graduados se incomodaram com o tiroteio na despedida do ex-ministro e consideraram que Jair Bolsonaro errou ao pressionar o diretor-geral da Polícia Federal. O constrangimento aumentou com o discurso do presidente no final da tarde desta 6ª feira (24.abr.2020).

Mas vale lembrar: a irritação dos militares também ocorreu na semana anterior à demissão do então ministro da Saúde, Henrique Mandetta. Um deles chegou a rezar. Naquele momento, os generais tiveram receio de que a agressividade de Bolsonaro contra 1 dos integrantes da equipe afundasse o barco. Depois da entrevista ao Fantástico, no domingo (12.abr), a disposição dos militares já não era a mesma.

Um general com influência no Planalto foi claro: “Se ele (Mandetta) partir para a briga de rua vai ficar sozinho”. Foi isso o que ocorreu. Mandetta perdeu tempo de bola, até porque saiu com 1 discurso mais conciliador. Moro não cometeu tal erro. Se perdeu a vaga no STF (Supremo Tribunal Federal), pode ganhar o posto de protagonista da oposição ao governo.

ABANDONO

Mas –por mais que os militares estejam incomodados com os movimentos de Bolsonaro– o desembarque não é tão simples. Mesmo que os ministros vindos da caserna quisessem. E ainda não querem. Depois que toparam subir no barco do capitão reformado, precisariam de 1 discurso que justificasse o abandono. Ainda não têm.

Hoje, é mais fácil o presidente sair do que os militares saírem, até porque o vice, que eventualmente assumiria o mandato, é militar. A maior chance hoje é os integrantes das Forças Armadas tentarem evitar defesas mais enfáticas de Bolsonaro. Mas nem isso ocorre de imediato. Na foto oficial da tarde desta 6ª feira lá estavam os 9 ministros originários da caserna ao lado do capitão reformado.

 

FONTE ORIGINAL DA MATÉRIA: Poder360

Leia também!

I Encontro de Lideranças de Carreiras Públicas do SUS foi realizado

No dia 24 de maio de 2022 ocorreu o evento live "I Encontro de Lideranças de Carreiras Públicas do

Read More...

Transição Energética foi tema de evento realizado pela Agência Servidores

Mas afinal, o que falta para o Brasil estar acelerado de fato na transição energética ?  Esse foi o

Read More...

Reforma tributária: Sindireceita acompanha leitura de novo relatório da PEC 110 no Senado

O diretor de Assuntos Parlamentares do Sindireceita, Sergio Castro acompanhou, na manhã desta quarta-feira, dia 23, na Comissão de

Read More...

Mobile Sliding Menu