Contribuição previdenciária pode chegar a 22% para servidores de Minas Gerais

No Governo

Governo acerta últimos detalhes antes de enviar projeto para a ALMG.

O governo de Minas está fechando os últimos detalhes para enviar, ainda em fevereiro, a proposta de reforma da previdência do funcionalismo público e militares.

Um dos pontos que ainda estão em aberto diz respeito justamente ao percentual de desconto nos contracheques dos servidores: a equipe de Romeu Zema (Novo) estuda se aplica um aumento único de 14% para todos os funcionários, ou se adotará a chamada alíquota progressiva, na qual os índices variam entre 7,5% e 22%.

Os detalhes foram repassados pelo secretário de Fazenda, Gustavo Barbosa. “A alíquota é com relação ao salário, e quem ganha menos, paga menos. Quem ganha mais, paga mais”, disse, sem dar mais detalhes.

Atualmente, a alíquota de contribuição do servidor público mineiro está em 11%. De acordo com a reforma da previdência aprovada pelo Congresso Nacional em novembro, a alíquota de 7,5% incidiria para os trabalhadores que ganham um salário mínimo. Já o maior índice, de 22%, seria aplicado para vencimentos acima de R$ 39 mil, de acordo com os padrões estabelecidos pelo governo federal.

“O ideal, em termos de prazo, é quanto mais rápido puder ser feito, melhor. Mas é um debate longo. Estamos falando de uma reforma previdenciária, e é óbvio que terá um debate grande aqui na Assembleia”, disse Gustavo Barbosa, reforçando ainda que os novos percentuais só serão válidos a partir de 90 dias após a sanção do projeto – período conhecido como noventena.

Fonte original da matéria: https://www.otempo.com.br/politica/contribuicao-previdenciaria-pode-chegar-a-22-para-servidores-de-minas-gerais-1.2292413

Leia também!

I Encontro de Lideranças de Carreiras Públicas do SUS foi realizado

No dia 24 de maio de 2022 ocorreu o evento live "I Encontro de Lideranças de Carreiras Públicas do

Read More...

Transição Energética foi tema de evento realizado pela Agência Servidores

Mas afinal, o que falta para o Brasil estar acelerado de fato na transição energética ?  Esse foi o

Read More...

Reforma tributária: Sindireceita acompanha leitura de novo relatório da PEC 110 no Senado

O diretor de Assuntos Parlamentares do Sindireceita, Sergio Castro acompanhou, na manhã desta quarta-feira, dia 23, na Comissão de

Read More...

Mobile Sliding Menu