Coordenadora do Sinasefe diz que é absurdo reabrir escolas neste momento

Agência Servidores, Entrevistas

A coordenadora do Sindicato Nacional dos Servidores Federais da Educação Básica, Profissional e Tecnológica (SINASEFE), Camila Marques, disse à Agência Servidores que a proposta de fazer voltar as aulas agora é um total absurdo. Ela lembra que ninguém sabe o estágio em que está, mas a pandemia mata mais gente a cada dia e, aparentemente ainda está em curva ascendente. Num ambiente de aglomeração natural, como uma escola, ela afirma que as autoridades querem disseminar a doença. “Um absurdo, é uma política genocida.”

Para a dirigente, o sindicalismo precisa e está se reinventando. Ela admite que há dificuldades, “mas precisamos fazer com que nossas demandas cheguem aos políticos”. Segundo ela, em todas as demandas da educação, os trabalhadores foram derrotados. “Só perdemos. A gente se reúne, faz pressão e quando a gente chega com a manifestação, o governo já chegou liberando emendas”.

Para ela o mais importante é conscientizar o trabalhador e vai ter que ser feito um trabalho nesse sentido na base. Ela acha que é preciso conseguir algo mais, porque o movimento sindical só está “apagando fogo”.

Assista a entrevista logo abaixo:

 

Leia também!

I Encontro de Lideranças de Carreiras Públicas do SUS foi realizado

No dia 24 de maio de 2022 ocorreu o evento live "I Encontro de Lideranças de Carreiras Públicas do

Read More...

Transição Energética foi tema de evento realizado pela Agência Servidores

Mas afinal, o que falta para o Brasil estar acelerado de fato na transição energética ?  Esse foi o

Read More...

Reforma tributária: Sindireceita acompanha leitura de novo relatório da PEC 110 no Senado

O diretor de Assuntos Parlamentares do Sindireceita, Sergio Castro acompanhou, na manhã desta quarta-feira, dia 23, na Comissão de

Read More...

Mobile Sliding Menu