Coronavírus: Joinville-SC decreta férias coletivas para servidores

No Governo, Pelo País, Serviço Público

A Prefeitura de Joinville, em Santa Catarina, decretou férias coletivas para os servidores municipais até o dia 9 de abril. A medida integra o plano de ação contra o Coronavírus (Covid-19) e visa a menor aglomeração de pessoas nas repartições públicas da cidade.

O decreto foi publicado no dia 2 de abril. As férias estão válidas desde a sexta-feira, 3. A exceção é para servidores que atuem na Secretaria Municipal de Educação e em serviços ou atividades consideradas essenciais.

Isto é, profissionais que atuem nas áreas da Secretaria da Saúde, Hospital São José, Secretaria de Proteção Civil e Segurança Pública, Unidade de Fiscalização da Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente, Conselho Tutelar.

Assim como serviço de acolhimento de pessoas em situação de risco social, imprensa e serviço de tecnologia ligado aos serviços essenciais. No domingo, 5, a prefeitura confirmou mais dez casos de Coronavírus no município. No total, são 33 confirmações. 

Dos novos casos, três estão internados e outros sete estão em isolamento domiciliar. A cidade já registra uma morte pela doença. Desde 20 de março, Joinville está em situação de emergência decorrente da Covid-19.

Além das férias coletivas para os servidores, a prefeitura adota outras ações para frear o avanço do Coronavírus. A Secretaria de Fazenda, por exemplo, já tinha suspendido os atendimentos e atividades presenciais.

A administração do município também fechou o acesso a parques públicos. O município de Joinville fica localizado a cerca de 180 km de Florianópolis, capital de Santa Catarina.

Em todo o estado, já foram confirmados 379 casos por Coronavírus e dez mortes. Os dados são do levantamento do Ministério da Saúde, divulgados nesta segunda-feira, 6.

 

SEC SC abre seleção com 94 vagas temporárias para médicos

Para ajudar nas ações de enfrentamento a Covid-19, a Secretaria de Saúde de Santa Catarina (SEC SC) recebe inscrições em novo processo seletivo para contratação de temporários. A oferta, de acordo com o edital, é de 94 vagas para médicos.

Tais oportunidades estão distribuídas pelas seguintes especialidades: Medicina Intensiva, Clínica Médica, Cirurgia Geral, Endocrinologia, Pneumologia, Infectologia, Cardiologia, Nefrologia, Anestesiologia, Neurologia, Pediatria, Ginecologia/Obstetrícia e Neonatologia.

No caso das áreas de Pediatra, Neonatologia e Ginecologia, as chances abrangem somente o Hospital Infantil Joana de Gusmão, Maternidade Carmela Dutra, Maternidade Darcy Vargas, Maternidade D. Catarina Kuss, Maternidade do Hospital Regional de São José e a Maternidade do Hospital Tereza Ramos. 

Para se candidatar é necessário ter experiência comprovada na atuação em Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) de, no mínimo, 12 meses, na respectiva especialidade. Os médicos trabalharão 20 horas por semana recebendo até R$7.813,53 por mês. 

A avaliação dos candidatos será por análise curricular e as inscrições são presenciais, na unidade da respectiva vaga desejada. A secretaria não estipulou um prazo máximo para realizar as candidaturas. 

Assim que o cadastro for realizado e aprovado, o médico poderá ser admitido e começar a trabalhar de imediato ou a critério da direção da unidade, sendo necessária autorização prévia da Superintendência dos Hospitais Públicos Estaduais (SUH).

A contratação será em regime administrativo, ficando vinculado ao Regime Geral de Previdência Social. O prazo do contrato será de 24 meses (dois anos) podendo ser prorrogado uma vez, pelo mesmo período.

 

FONTE ORIGINAL DA MATÉRIA: Folha Dirigida

Leia também!

I Encontro de Lideranças de Carreiras Públicas do SUS foi realizado

No dia 24 de maio de 2022 ocorreu o evento live "I Encontro de Lideranças de Carreiras Públicas do

Read More...

Transição Energética foi tema de evento realizado pela Agência Servidores

Mas afinal, o que falta para o Brasil estar acelerado de fato na transição energética ?  Esse foi o

Read More...

Reforma tributária: Sindireceita acompanha leitura de novo relatório da PEC 110 no Senado

O diretor de Assuntos Parlamentares do Sindireceita, Sergio Castro acompanhou, na manhã desta quarta-feira, dia 23, na Comissão de

Read More...

Mobile Sliding Menu