Dia dos Avós: servidores da segurança contam histórias de amor que ultrapassam gerações

Campanhas, Pelo País

Nesta segunda-feira (26) foi comemorado o dia daqueles que são donos dos melhores abraços e das lembranças mais doces das nossas infâncias. Para homenagear quem sempre deixa os nossos dias mais leves, a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social do Estado do Ceará (SSPDS/CE) apresenta histórias de profissionais de segurança que dividem a rotina do dia a dia entre servir a população cearense e exercer a função de avós.

Uma dessas histórias é vivenciada dentro da Coordenadoria Integrada de Operações de Segurança (Ciops) da SSPDS. Peça fundamental na equipe como operadora das câmeras de videomonitoramento, a servidora Suzana Pereira, de 38 anos, vem atuando há mais de três anos ao lado da filha Ana Karen, de 20. Juntas, elas realizam um trabalho centralizado e otimizado voltado para o atendimento de ocorrências que exigem rapidez e muita parceria.

Mas o trabalho da Suzana não acaba quando o expediente termina. Em casa, a responsabilidade muda e dá lugar aos momentos de carinho e colo com o novo membro da família: o neto. A profissional, que há seis meses se tornou avó de Artur Emanuel, falou sobre a importância da tripla jornada e da felicidade em viver essa nova experiência.

“Me sinto extremamente feliz por, além de realizar um trabalho voltado para a população junto com a minha filha na Ciops, eu também sou exemplo dentro de casa, para os meus filhos e, também, para o meu neto. Deus me agraciou com esse bebê e me deu essa experiência única. Artur chegou para mudar a vida de todos ao seu redor e a minha também. É um amor sem limites. Um carinho que nunca acaba. É como se eu amasse os meus filhos em dobro e não tem explicação para isso. Percebi que esse é o meu propósito e me sinto feliz por isso”, finalizou.

Trocando a farda

Quando o serviço no Batalhão de Segurança Patrimonial (BSP) acaba, o subtenente da Polícia Militar do Ceará (PMCE), Antonio Paulino, assume uma outra função: a de avô coruja dos oito netos. O militar, que atua desde 1984 servindo a população cearense, hoje protege o patrimônio do nosso Estado, na Secretaria da Fazenda do Estado do Ceará (Sefaz/CE). Quando chega em casa, livre da farda, as brincadeiras com os netos viram prioridade.

Para o militar, a felicidade de ter um papel tão importante dentro e fora de casa é reflexo dos bons ensinamentos recebidos pelos pais e repassados à nova geração. “Me sinto extremamente feliz por ser avô e poder ter a oportunidade de conviver com os meus netos. Tudo que tenho hoje devo à PMCE. E me sinto grato por poder repassar tudo que aprendi para eles. Quando olho para eles, vejo que todo o trabalho fora de casa valeu a pena. Quero sempre poder contribuir com o crescimento deles, pois a minha missão segue sendo a mesma: a de cuidar”, disse ele.

Herança dos avós

Outra história de amor que ultrapassa gerações é da auxiliar de perícia da Perícia Forense do Estado do Ceará (Pefoce), Kamila Rebouças (35), e seus avós. A servidora, que atua há quase cinco anos na Pefoce, em Fortaleza, contou sobre a importância de ter sido criada pelos avós.

“Para mim, sempre vai ser uma honra falar dos meus avós. Há um ditado popular que diz que avô e avó são pai e mãe duas vezes. Hoje, eu posso constatar que é verdade, pois senti na pele esse amor duplo. Fui criada por eles e todos os ensinamentos que recebi quero repassar para os meus filhos. Infelizmente, meu avô não está mais conosco, mas sigo dedicando todo o meu amor e cuidado para a minha avó, que ficou e está com 81 anos. Serei eternamente grata por ainda poder conviver com ela. Meu desejo, neste dia dos avós, é que continuemos honrando aqueles que deram a vida por nós”, frisou.

 

 

 

 

FONTE ORIGINAL DA MATÉRIA: Governo do Estado do Ceará

Leia também!

Evento Live das Carreiras Públicas do SUS – Nesta terça, 8h30

No próximo dia 24 de maio ocorrerá de forma live o evento "Encontro de Lideranças das Carreiras Públicas do

Read More...

Transição Energética foi tema de evento realizado pela Agência Servidores

Mas afinal, o que falta para o Brasil estar acelerado de fato na transição energética ?  Esse foi o

Read More...

Reforma tributária: Sindireceita acompanha leitura de novo relatório da PEC 110 no Senado

O diretor de Assuntos Parlamentares do Sindireceita, Sergio Castro acompanhou, na manhã desta quarta-feira, dia 23, na Comissão de

Read More...

Mobile Sliding Menu