Empresas terceirizadas estão na mira de sindicatos por abusos na pandemia

Agência Servidores, Entrevistas

O presidente da CUT-DF, Rodrigo Rodrigues, conversou com a Agência Servidores sobre uma série de denúncias que a Central de Trabalhadores vem fazendo. Uma delas diz respeito às empresas de fornecimento de mão de obra terceirizada. Atrasos de pagamentos, demissões imotivadas e o não-cumprimento de direitos básicos como fornecimento de vales transporte e alimentação são comuns, segundo o dirigente.

Ele também fala a respeito das dificuldades enfrentadas pelos sindicalistas neste período, e garante que as exigências dobraram. O volume de problemas é grande, e isso vem exigindo reuniões virtuais e muito uso do telefone, durante a crise. Rodrigo Rodrigues acredita que o isolamento obrigou muita gente a utilizar a tecnologia, e que esse novo hábito deve permanecer após a pandemia.

Acompanhe a entrevista completa logo abaixo:

 

Leia também!

Educação brasileira precisa de liderança para vencer crise

A deputada federal Professora Rosa Neide (PT-MT) conversou com a Agência Servidores a respeito da crise que vive a

Read More...

Estudo do Sindireceita estima que desemprego no Brasil é o dobro do que afirma o governo

O Presidente do Sindicato Nacional dos Analistas Tributários da Receita Federal do Brasil (Sindireceita), Geraldo Seixas, conversou com a

Read More...

Câmara aprova PEC, e Eleições Municipais 2020 são adiadas para novembro

O Plenário da Câmara dos Deputados aprovou, nesta quarta-feira (1º), em dois turnos, a Proposta de Emenda à Constituição

Read More...

Mobile Sliding Menu