Governo desiste de enviar reforma administrativa

Entidades em Ação

Sucessão de erros e uma declaração infeliz do ministro da Economia levaram o governo a desistir de enviar ao Congresso – ao menos por enquanto – a proposta de reforma administrativa que pretendia alterar as regras de contratação, mudar os reajustes de salário e modificar a progressão de carreira dos funcionários públicos.

A informação é do ministro da Secretaria Geral da Presidência da República, Jorge Oliveira. Segundo ele não há data para que a proposta de reforma que estava sendo preparada pela equipe de Paulo Guedes, chegue ao Congresso.

O Planalto deve apoiar algumas matérias que já estão em tramitação tanto na Câmara quanto no Senado e poderá enviar apenas “sugestões” que podem ou não ser acatadas pelos parlamentares.

Entre os fatores que levaram à decisão aparecem o erro estratégico cometido pelo ministro da Economia, Paulo Guedes, que chamou os servidores públicos de “parasitas”. Mesmo com o pedido de desculpas do Ministro, na manhã desta terça-feira o Fonacate protocolou uma representação contra Guedes na Comissão de Ética da Presidência da República.

Para o Presidente do Fonacate, Rudinei Marques não é possível aceitar o pedido de desculpas. 

Leia também!

I Encontro de Lideranças de Carreiras Públicas do SUS foi realizado

No dia 24 de maio de 2022 ocorreu o evento live "I Encontro de Lideranças de Carreiras Públicas do

Read More...

Transição Energética foi tema de evento realizado pela Agência Servidores

Mas afinal, o que falta para o Brasil estar acelerado de fato na transição energética ?  Esse foi o

Read More...

Reforma tributária: Sindireceita acompanha leitura de novo relatório da PEC 110 no Senado

O diretor de Assuntos Parlamentares do Sindireceita, Sergio Castro acompanhou, na manhã desta quarta-feira, dia 23, na Comissão de

Read More...

Mobile Sliding Menu