Linhares-ES obriga o uso de máscaras no comércio e no serviço público

Pelo País

A Prefeitura de Linhares, no Espírito Santo, publicou nesta terça-feira (21) dois decretos que tratam da recomendação e obrigatoriedade na utilização de máscaras de proteção facial pela população do município. A iniciativa tem o objetivo de complementar ações de prevenção à propagação do novo coronavírus. A medida tem validade já a partir desta quarta-feira (22), por tempo indeterminado.

O decreto determina que as máscaras serão obrigatórias nas repartições públicas, nos estabelecimentos prestadores de serviços públicos e obras públicas, mercado municipal, feiras livres e assemelhados; nos equipamentos de transporte público, coletivo ou individual, de passageiros (ônibus, táxis, por aplicativos, etc.); nos estabelecimentos empresariais – comerciais, industriais e de prestação de serviços – que estiverem em funcionamento na cidade de Linhares.

Os servidores públicos, prestadores de serviços públicos e seus empregados também deverão utilizar máscaras de proteção individual. Os estabelecimentos privados, as concessionárias e permissionárias dos serviços de transporte público, coletivo ou individual, de passageiros (ônibus, táxis, por aplicativos, etc.), os prestadores de serviços e obras públicas e as repartições públicas deverão impedir a entrada e a permanência de pessoas que não estiverem utilizando máscara ou cobertura sobre o nariz e a boca, durante o período de pandemia.

“As máscaras devem ser utilizadas todas as vezes que vamos às ruas. O objetivo é proteger, evitar que, involuntariamente, as pessoas assintomáticas, ou seja, que estão infectadas, mas não apresentam os sintomas, possam transmitir o vírus para outras pessoas”, afirmou o prefeito Guerino Zanon, durante mais um encontro do Comitê de Enfrentamento à Doença, na sede da refeitura.

A medida segue as orientações da Organização Mundial da Saúde (OMS) e do Ministério da Saúde. O ideal é que os modelos cirúrgicos sejam priorizados para os profissionais da área da saúde. Por isso, ao sair de casa, o indivíduo pode utilizar máscaras feitas com tecido (de algodão, tricoline, TNT, entre outros), desde que desenhadas e higienizadas corretamente.

Os conteúdos das determinações e obrigatoriedades acima estão disponíveis nos Decretos 487 e 488 do dia 22 de abril de 2020.

No final de semana, a prefeitura iniciou a distribuição de 200 mil máscaras, uma para cada morador de Linhares. Algumas comunidades do interior já receberam o equipamento de proteção individual, e, a partir desta quarta-feira (22), a entrega será intensificada na sede do município com a colaboração das associações de moradores dos bairros e comunidades do interior, entidades representativas e congregações religiosas, por exemplo.

“Nós sabemos que, às vezes, a pessoa precisa sair de casa para fazer uma compra no mercado ou ir a uma farmácia. Então, não deixe de ter a sua máscara. Ela protege quem está usando e protege as outras pessoas. Quanto menos pessoas estiverem doentes, mais os nossos equipamentos e as nossas equipes de saúde estarão protegidos e com condição de dar conta aos atendimentos, sobretudo quando o pico da crise chegar a cidade”, disse o secretário municipal de Saúde, Saulo Rodrigues Meireles.

O importante é que a máscara seja feita nas medidas corretas, de acordo com os critérios estabelecidos pelos órgãos de saúde, cobrindo totalmente a boca e nariz e que estejam bem ajustadas ao rosto, sem deixar espaços nas laterais. Além de eficiente, é um equipamento simples, e pode ser um grande aliado no combate à propagação do coronavírus, protegendo você e outras pessoas ao seu redor.

De acordo com o decreto, a utilização da máscara não afasta a necessidade da higienização constante das mãos, da manutenção do distanciamento social e da observância das regras de boa prática indicada pela vigilância epidemiológica, as quais devem ser feitas em conjunto visando interromper o ciclo de transmissão do vírus.

DECRETO RECOMENDA NÃO AGLOMERAR

O documento também prevê que fica recomendado aos munícipes que não realizem nem permaneçam em aglomerações de pessoas em ambientes abertos ou fechados, seja nos espaços privados ou públicos (praças, calçadas, feiras livre, mercado municipal, caminhadas e corridas de rua e assemelhados).

Além disso, deve-se evitar a visitação ao domicílio de pessoas idosas e que os grupos de riscos se utilizem de sua rede de apoio para realizar as atividades externas necessárias, como aquisições de mantimentos e remédios, deslocando-se o mínimo possível de suas casas.

ESPECIFICAÇÕES E HIGIENIZAÇÃO DA MÁSCARA

Para ser eficiente como uma barreira física, a máscara caseira precisa seguir algumas especificações:

  • É preciso que a máscara tenha pelo menos duas camadas de pano, ou seja dupla face, como é o modelo distribuído pela Prefeitura de Linhares aos moradores;
  • A máscara é individual. Não pode ser dividida com ninguém, nem com mãe, filho, irmão, marido, esposa etc;
  • A máscara deve ser usada por cerca de duas horas. Depois desse tempo, é preciso trocar. Então, o ideal é que cada pessoa tenha pelo menos duas máscaras de pano;

Orientações para a máscara:

  • Atenção: a máscara serve de barreira física ao vírus. Por isso, é preciso que ela tenha pelo menos duas camadas de pano, ou seja, dupla face;
  • Também é importante ter elásticos ou tiras para amarrar acima das orelhas e abaixo da nuca. Desse jeito, o pano estará sempre protegendo a boca e o nariz e não restarão espaços no rosto;
  • Use a máscara sempre que precisar sair de casa. Saia sempre com pelo menos uma reserva e leve uma sacola para guardar a máscara suja, quando precisar trocar;
  • Chegando em casa, lave as máscaras usadas com água sanitária. Deixe de molho por cerca de dez minutos;

 

FONTE ORIGINAL DA MATÉRIA: A Gazeta

Leia também!

I Encontro de Lideranças de Carreiras Públicas do SUS foi realizado

No dia 24 de maio de 2022 ocorreu o evento live "I Encontro de Lideranças de Carreiras Públicas do

Read More...

Transição Energética foi tema de evento realizado pela Agência Servidores

Mas afinal, o que falta para o Brasil estar acelerado de fato na transição energética ?  Esse foi o

Read More...

Reforma tributária: Sindireceita acompanha leitura de novo relatório da PEC 110 no Senado

O diretor de Assuntos Parlamentares do Sindireceita, Sergio Castro acompanhou, na manhã desta quarta-feira, dia 23, na Comissão de

Read More...

Mobile Sliding Menu