Luta pelo CENSO SEM CORTES já dá seus primeiros frutos

Ações

Desde o início do ano a Executiva Nacional mantém um trabalho permanente da campanha CENSO SEM CORTES, com a postagem de matérias e vídeos sobre o tema em seus veículos de comunicação, divulgação de material para a mídia e junto ao Congresso Nacional. Esse trabalho já deu frutos importantes, a partir das Audiências Públicas que debateram o Censo 2020 e suas consequências para a sociedade brasileira.

Na Audiência da Comissão do Idoso, em 4 de julho, ficou patente para os parlamentares presentes que a Direção do IBGE não tem um estudo técnico que justifique os cortes do questionário do Censo, referentes a aluguel, renda, migração e entorno.

A própria Comissão do Idoso aprovou uma Emenda à LOA 2020, solicitando a íntegra do orçamento do Censo, visando assegurar o questionário original (anexo). Ao final da Audiência Pública o deputado Marcelo Freixo (Psol/RJ) informou que enviaria um requerimento de informação ao IBGE para que apresente uma fundamentação técnica justificando os cortes no questionário, e uma representação junto ao Ministério Público Federal para não permitir que os cortes não afetem políticas públicas.

Além das Audiências Públicas, a Executiva Nacional está realizando todo um trabalho de corpo a corpo junto aos parlamentares, em Brasília, com visitas aos gabinetes e a entrega de dossiês sobre o Censo 2020. É importante ressaltar que o tema suscita o interesse de deputados e senadores de todos os partidos políticos, tendo em vista as consequências que os cortes no questionário podem ter sobre as verbas destinadas a políticas públicas, fundamentais aos municípios e prefeituras.

 

Portanto, é importante que a campanha CENSO SEM CORTES chegue aos estados e municípios em todo o país. É preciso dialogar com governadores, prefeitos, vereadores e entidades que congregam representantes municipais sobre as perdas que um censo malfeito pode ocasionar em termos financeiros para estados e municípios, visando trabalhar as bases político-eleitorais para que sensibilizem senadores e deputados federais em defesa do IBGE e do Censo.

Ao mesmo tempo a campanha pode ser ampliada junto à sociedade civil, tendo em vista as preocupações já manifestadas em diversos manifestos e cartas de solidariedade que recebemos de associações profissionais e outros sindicatos de diferentes ramos de atividade.

Este trabalho só pode ser realizado pelos Núcleos Sindicais. A Executiva Nacional já enviou uma série de orientações às coordenações para a realização de atividades da campanha CENSO SEM CORTES em seus estados.

 

Com informações de ASSIBGE

Leia também!

I Encontro de Lideranças de Carreiras Públicas do SUS foi realizado

No dia 24 de maio de 2022 ocorreu o evento live "I Encontro de Lideranças de Carreiras Públicas do

Read More...

Transição Energética foi tema de evento realizado pela Agência Servidores

Mas afinal, o que falta para o Brasil estar acelerado de fato na transição energética ?  Esse foi o

Read More...

Reforma tributária: Sindireceita acompanha leitura de novo relatório da PEC 110 no Senado

O diretor de Assuntos Parlamentares do Sindireceita, Sergio Castro acompanhou, na manhã desta quarta-feira, dia 23, na Comissão de

Read More...

Mobile Sliding Menu