Nenhum sistema privado atende as demandas de saúde pública em momentos de crise

Agência Servidores, Entrevistas, Pelo País, Serviço Público

#nossosusevento

O SUS foi criado para atender de forma gratuita e igualitária o cidadão brasileiro em qualquer local do país. E a pandemia mostra que a sociedade não pode viver dividida entre quem tem acesso à saúde e quem não tem.

São observações de Paulo Garrido, Presidente da ASFOC – Sindicato dos Trabalhadores da Fiocruz – ao comentar suas preocupações com as fontes de financiamento do SUS, diante de sua importância para todos. Ele ressalta: “O SUS faz parte de políticas de Estado e não deste ou daquele Governo”.

Assista entrevista completa:

Leia também!

Servidores querem Guedes fora do Ministério da Economia

O ministro da Economia, Paulo Guedes, já balançou no cargo por várias vezes, vítima de boatos de que seria

Read More...

ISP denuncia Bolsonaro na OEA

A Internacional de Serviços Públicos – Brasil (ISP) denuncia o presidente Jair Bolsonaro na Comissão Interamericana de Direitos Humanos

Read More...

Relatório da reforma administrativa será lido hoje, 13 de maio

O relator da Proposta de Emenda à Constituição (PEC 32/2020), deputado Darci de Matos (PSD-SC), confirmou que a leitura

Read More...

Mobile Sliding Menu