No Paraná, gestores e servidores discutem melhorias no processo eleitoral

Ações, Pelo País, Serviço Público

De dois em dois anos, logo após as eleições, os servidores do Tribunal Regional Eleitoral do Paraná (TRE-PR) têm um encontro marcado para compartilhar as experiências vividas durante o período eleitoral e debater soluções para aperfeiçoar a prestação de serviços no pleito seguinte. É o encontro Prepara, que desde 2008 reúne, nas dependências da Corte Eleitoral paranaense, os servidores de todas as zonas eleitorais do estado para uma avaliação conjunta do desempenho da equipe ao longo da eleição.

Todas as sete edições realizadas foram marcantes e superaram as expectativas, que já eram bastante altas, segundo a servidora Solange Maria Vieira, da Coordenadoria de Planejamento Estratégico do Tribunal paranaense, uma das responsáveis pelo encontro.

“O Prepara é muito aguardado pelos servidores. Não só pela oportunidade de debater os temas da eleição, mas também pela promoção do encontro entre os colegas das zonas eleitorais e os da sede. A interação é um dos objetivos do evento. Criou-se uma cultura”, conta.

O encontro é patrocinado pelo presidente da Corte Eleitoral paranaense, desembargador Tito Campos de Paula, pelo vice-presidente e corregedor do TRE-PR, Vitor Roberto Silva, e pelo diretor-geral do Tribunal, Valcir Mombach.

Ambientação e treinamento de novos servidores

O ingresso do analista judiciário Willian Gallera na Justiça Eleitoral, em 2007, coincide com a data da criação do encontro pós-eleições, que foi idealizado, inicialmente, como uma forma de dar as boas-vindas aos novos servidores da Casa, bem como de treiná-los para exercerem atividades judiciais e administrativas.

“Toda vez que termina o processo eleitoral, o TRE do Paraná chama os servidores do interior para se encontrarem na sede do Tribunal. Ali a gente discute o que aprendemos, o que pode ser melhorado, o que teve de problema. Nós apresentamos as dificuldades que tivemos à administração e ouvimos deles propostas de mudanças que podem ser implementadas para termos melhorias na próxima eleição. É um evento bem produtivo”, avalia o servidor, que já trabalhou na 146ª Zona Eleitoral de Londrina e está atualmente lotado na Coordenadoria de Planejamento Estratégico (Cope) do TRE-PR.

Ele destaca a importância de cada um dos eventos realizados para o aprimoramento do trabalho exercido pelos servidores, mas destaca a edição que ocorreu no mês seguinte ao das Eleições Gerais de 2018 como uma das mais emblemáticas.

“Nossa atividade tem mudado muito no decorrer do tempo. A eleição de 2018 foi muito difícil para a gente, por conta da questão das fake news, principalmente no dia da votação. O Prepara foi um momento de desabafar um pouco sobre tudo o que a gente tinha passado ali”, lembra Willian.

Para o analista judiciário, toda discussão levada pelos servidores de todo o estado à Administração representa uma oportunidade de evolução profissional e um modo de reconhecimento do Tribunal pelos serviços prestados por eles. 

Em 2020, o evento tradicionalmente realizado depois das eleições não ocorreu, em razão das restrições impostas para prevenir o contágio pelo novo coronavírus, mas a expectativa é a de que o encontro possa acontecer ainda este ano.

———-

Este texto faz parte da série “Nós somos a Justiça Eleitoral”, que vai mostrar a todos os brasileiros quem são as pessoas que trabalham diariamente para oferecer o melhor serviço ao eleitor. A série será publicada durante todos os dias de fevereiro, mês em que se comemora o aniversário de 89 anos de criação da Justiça Eleitoral.

 

FONTE ORIGINAL DA MATÉRIA: TSE

Leia também!

Servidores do Ministério da Saúde vacinam garimpeiros contra Covid em troca de ouro, afirma líder Yanomami

A Hutukura Associação Yanomami afirma que há suspeita de que servidores da Secretaria Especial de Saúde Indígena (Sesai), órgão

Read More...

Câmara do Rio de Janeiro aprova aumento da alíquota de 11% para 14% para servidores municipais

Por 23 votos a 22, a Câmara dos Vereadores do Rio aprovou na noite de ontem, em discussão final,

Read More...

Servidores precisam atualizar dados bancários no Sigepe para receber salário

Entre novembro de 2019 e de 2020, os bancos fecharam 1.444 agências no Brasil, volume 78% maior que nos

Read More...

Mobile Sliding Menu