Reforma Administrativa é “uberização” do serviço público, diz consultor político

Carreira, Serviço Público

Alterando profundamente as regras para o funcionalismo público – incluindo a restrição e dificuldade na obtenção da estabilidade – a reforma administrativa deve impactar não somente a vida dos servidores, futuros e atuais, mas também a dos usuários de serviços públicos como saúde e educação.

Essa é a avaliação do diretor da consultoria política Insight e assessor da frente parlamentar mista em defesa do serviço público Vladimir Nepomuceno.

Em conversa com o Reconta Aí, qualificou a Proposta de Emenda Constitucional apresentada pelo Planalto como “uberização do serviço público”. Em sua visão, tal precarização levaria ao fortalecimento do “coronelismo” e do “patrimonionalismo” dentro do Estado. Ou seja, de comportamentos e desvios anti-republicanos.

Nepomuceno afirmou que a ideia de reduzir o tamanho do Estado vem desde a aprovação da Constituição de 88: “Eles vêm tentando e vêm aos poucos conseguindo. [Mas] não tem como: a única forma de determinados serviços chegarem a toda população, em qualquer país, é através do Estado”.

Confira a entrevista:

 

FONTE ORIGINAL DA MATÉRIA: Reconta Aí

 

Leia também!

ANAFE homenageia o Deputado Federal Israel Batista com o Prêmio Relevância no evento coletivo ao vivo do Dia do Servidor Público

O Prêmio Relevância – criado pela Agência Servidores – foi realizado de forma coletiva por diversas carreiras públicas, visando

Read More...

Projeto SALVE O SOM do SINDILEGIS foi homenageado no Prêmio Relevância

O Projeto SALVE O SOM foi iniciativa inédita do SINDILEGIS, em parceria com outras entidades como o FONACATE e

Read More...

Políticas públicas brasileiras que são referência mundial serão o tema do sexto episódio da minissérie Nosso Estado

A série Nosso Estado, composta por 8 episódios, terá seu sexto episódio transmitido no próximo dia 5 de novembro.

Read More...

Mobile Sliding Menu