“Ser servidor público é assumir um compromisso com a sociedade”, conta José Ulisses Vasconcelos

#servicopublicofazadiferenca, Campanhas, Serviço Público

Compromisso e missão. É assim que José Ulisses Vasconcelos define o que é ser servidor público. Nascido em Teresina, Piauí, no ano de 1961, ele começou a se interessar por concursos públicos na década de 80. Em 1994, tomou posse no Tribunal de Contas da União (TCU). A história de José na área de controle externo é exemplar. O servidor esteve à frente da implementação do e-TCE, sistema informatizado para autuação e processamento de Tomada de Contas Especial, cujo objetivo é tornar mais eficaz o ressarcimento de danos ao erário. Por causa da sua dedicação e do sucesso desse sistema, José foi escolhido para ser um dos homenageados do “Gente que Inspira” 2020.

“Quando eu entrei no serviço público, eu abracei a causa. Ser servidor é assumir um compromisso com a sociedade e com cada cidadão, vai além da dimensão pessoal. Você pode gerar uma transformação na sociedade a partir daquele serviço que você faz”, conta.

A partir da implementação do e-TCE, a instauração da tomada de contas passou a ser realizada diretamente no sistema, independentemente dos envolvidos – unidades instauradoras, autoridade ministerial supervisora, controle interno e controle externo. Todos que atuam em alguma fase da TCE utilizam a mesma plataforma, tornando o trâmite do processo mais célere e objetivo. Com esse sistema, houve um aumento extraordinário em termos de produtividade da equipe e liberação de servidores para outras áreas.

José recebeu a notícia de que seria um dos premiados do “Gente que Inspira” com muita alegria. “Eu fui à festa ano passado e fico feliz com esse reconhecimento. Estou muito alegre e satisfeito”, resumiu.

A proatividade, a capacidade gerencial, o talento para motivar equipes e o foco por resultados são algumas das características mais marcantes de José Ulisses, segundo os colegas do TCU. O servidor também é elogiado por ser um grande amigo, se preocupar com o próximo, se colocar no lugar do outro, ter o dom de aproximar as pessoas e promover harmonia.

Casado há mais de 20 anos com Elisabete, com quem tem dois filhos, o servidor aprecia os momentos em família. Para ele, celebrar a vida ao lado dos familiares é essencial. “Eu sou muito apegado a minha família. Nós somos muito próximos. Nos reunimos para celebrações, churrascos, vamos a restaurantes, visitamos uns aos outros, viajamos”, enumera.

E os planos para o futuro? José Ulisses disse que curtir a aposentadoria é um deles. “Eu estou próximo de me aposentar. Pretendo continuar viajando com minha esposa e celebrando a vida com a minha família”, afirmou.

 

FONTE ORIGINAL DA MATÉRIA: Sindilegis

Leia também!

Servidor não deve devolver valores pagos a mais por erro da administração

Quando a administração pública interpreta erroneamente uma lei, resultando em pagamento indevido ao servidor, cria-se uma falsa expectativa de

Read More...

Representantes da Conacate levam preocupações sobre a reforma administrativa ao governo federal

Representantes da Confederação Nacional das Carreiras e Atividades Típicas de Estado (Conacate) se reuniram nesta quarta-feira (20) com representantes

Read More...

Servidores da Prefeitura do Rio de Janeiro ainda esperam pelo 13º salário

Servidores da Prefeitura do Rio ainda esperam que o município pague o 13º salário de 2020. Em dezembro, com

Read More...

Mobile Sliding Menu