Serviços Públicos de Saúde em Portugal atendem imigrantes

Entrevistas, Mundo, Serviço Público

Em relato exclusivo à Agência Servidores, o jornalista Sylvio Micelli analisa o atendimento dos serviços públicos de saúde em Portugal no momento da crise do Covid-19, e a decisão do Governo de atender os imigrantes nos hospitais públicos.

O governo português regularizou no mês passado a situação de todos os imigrantes que estavam com pedidos pendentes no Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF). A medida acaba garantindo que os imigrantes possam ter acesso a programas sociais de apoio em Portugal, além de garantir atendimento no Serviço Nacional de Saúde (SNS).

A SEF não informou números, mas as organizações de apoio aos imigrantes que chegam ao território português estimam que milhares de pessoas, incluindo brasileiros, estavam esperando pela regularização de seus vistos, fora do alcance do SNS e de subsídios de emergência, como o pagamento de €438,81 (quase R$ 2500) mensais, durante seis meses.

Leia também!

I Encontro de Lideranças de Carreiras Públicas do SUS foi realizado

No dia 24 de maio de 2022 ocorreu o evento live "I Encontro de Lideranças de Carreiras Públicas do

Read More...

Transição Energética foi tema de evento realizado pela Agência Servidores

Mas afinal, o que falta para o Brasil estar acelerado de fato na transição energética ?  Esse foi o

Read More...

Reforma tributária: Sindireceita acompanha leitura de novo relatório da PEC 110 no Senado

O diretor de Assuntos Parlamentares do Sindireceita, Sergio Castro acompanhou, na manhã desta quarta-feira, dia 23, na Comissão de

Read More...

Mobile Sliding Menu