Serviços Públicos de Saúde em Portugal atendem imigrantes

Entrevistas, Mundo, Serviço Público

Em relato exclusivo à Agência Servidores, o jornalista Sylvio Micelli analisa o atendimento dos serviços públicos de saúde em Portugal no momento da crise do Covid-19, e a decisão do Governo de atender os imigrantes nos hospitais públicos.

O governo português regularizou no mês passado a situação de todos os imigrantes que estavam com pedidos pendentes no Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF). A medida acaba garantindo que os imigrantes possam ter acesso a programas sociais de apoio em Portugal, além de garantir atendimento no Serviço Nacional de Saúde (SNS).

A SEF não informou números, mas as organizações de apoio aos imigrantes que chegam ao território português estimam que milhares de pessoas, incluindo brasileiros, estavam esperando pela regularização de seus vistos, fora do alcance do SNS e de subsídios de emergência, como o pagamento de €438,81 (quase R$ 2500) mensais, durante seis meses.

Leia também!

ANAFE homenageia o Deputado Federal Israel Batista com o Prêmio Relevância no evento coletivo ao vivo do Dia do Servidor Público

O Prêmio Relevância – criado pela Agência Servidores – foi realizado de forma coletiva por diversas carreiras públicas, visando

Read More...

Projeto SALVE O SOM do SINDILEGIS foi homenageado no Prêmio Relevância

O Projeto SALVE O SOM foi iniciativa inédita do SINDILEGIS, em parceria com outras entidades como o FONACATE e

Read More...

Políticas públicas brasileiras que são referência mundial serão o tema do sexto episódio da minissérie Nosso Estado

A série Nosso Estado, composta por 8 episódios, terá seu sexto episódio transmitido no próximo dia 5 de novembro.

Read More...

Mobile Sliding Menu