Servidores do Complexo Penitenciário de Rio Branco são contemplados com ação voltada à saúde do homem

Ações, Serviço Público

Em uma ação voltada à saúde do homem, o Instituto de Administração Penitenciária (Iapen) ofereceu na manhã desta quarta-feira, 18, vacinas e testes rápidos de hepatites, sífilis e HIV aos profissionais que trabalham no Complexo Penitenciário de Rio Branco. Também uma palestra sobre cuidados com a saúde e prevenção contra o câncer de próstata foi proferida aos servidores da Unidade de Regime Fechado nº 2 de Rio Branco, conhecida como Antonio Amaro Alves.

A ação, coordenada pelo Núcleo de Apoio ao Servidor Penitenciário (Nasp), contou com a parceria da Secretaria de Saúde do Acre (Sesacre), Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), alunos dos cursos de Psicologia e Enfermagem da Uninorte e o Departamento Penitenciário Nacional, por meio do projeto Prisões Livres de Tuberculose. Ao todo, 25 profissionais possibilitaram a ação de promoção à saúde no ambiente prisional.

A coordenadora do Nasp, Adriana Maia, explicou que a equipe do Núcleo aproveitou a campanha Novembro Azul para levar serviços relacionados à saúde do servidor. Dessa forma, foram disponibilizados testes rápidos de hepatite B e C, HIV e sífilis e vacinas.

Sobre as parcerias, a apoiadora institucional do projeto Prisões Livre de Tuberculose, Belkis Hernandes, ressaltou que a articulação com os parceiros se deu ao longo de semanas para que fosse possível realizar os atendimentos no Complexo. Ela destacou que o servidor se encontra no mesmo ambiente que os detentos e que a natureza do serviço os expõe a situações de risco de proliferação de doenças respiratórias, como tuberculose, gripe e a Covid-19, de modo que as orientações buscam sempre informar sobre os cuidados necessários e o uso da máscara.

“Para você fazer todos os testes e os exames que estão sendo disponibilizados aqui, demora bastante tempo lá fora. A doença não espera e, se você tiver algum problema, já detecta e toma alguma providência”, afirmou o policial penal Francisco de Assis Moura.

Assistência garantida

Mesmo diante da pandemia de Covid-19, os serviços de atenção e assistência ao servidor não pararam no Iapen. Pelo contrário, foram intensificados diante da necessidade da promoção à saúde, prevenção às doenças e assistência em caso de contágio.

Adriana Maia também ressaltou que, mesmo com os serviços médicos suspensos, outras ações são desenvolvidas para suprir a demanda, como o caso das atividades voltadas ao Outubro Rosa para o público feminino, e agora o Novembro Azul para os servidores do sexo masculino.

“Continuamos com nossos serviços na área das atividades físicas, com as corridas, que, por serem realizadas em ambiente aberto, foram mantidas. Para quem precisa de algum aconselhamento, direcionamento em relação à saúde física e mental, também oferecemos atendimentos. Recentemente tivemos um ciclo de palestras, que priorizou a saúde mental do servidor, com os temas ‘inteligência emocional’ e ‘estresse no trabalho’. E concomitantemente a tudo isso, continuamos a disponibilizar testes de Covid-19”, relatou Adriana.

 

FONTE ORIGINAL DA MATÉRIA: Agência de Notícias do Acre

Leia também!

Servidores da Agência Nacional de Mineração ameaçam parar fiscalização de barragens

A equipe de segurança de barragens da Agência Nacional de Mineração (ANM) avisou à diretoria do órgão regulador no

Read More...

Frente parlamentar lança estudo que explica pontos da reforma administrativa que afetam os atuais servidores

A Frente Parlamentar Mista em Defesa do Serviço Público (Servir Brasil) lançou o estudo "O impacto da Reforma Administrativa

Read More...

STF rejeita pedido de suspensão da PEC que acaba com a estabilidade de servidores

O ministro Marco Aurélio Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF), negou, nesta terça-feira, pedido feito em ação para suspender

Read More...

Mobile Sliding Menu