Servidores do INSS fazem paralisação e pedem suspensão de portarias que aumentaram jornada de trabalho

Ações, Carreira, Pelo País

Servidores do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) fizeram paralisações em diversos estados, nesta quarta-feira (8 de setembro), em protesto contra as portarias que acabaram com a jornada de 30 horas, passando-a para 40 horas, no órgão.

À tarde, a Federação Nacional dos Sindicatos de Trabalhadores em Saúde, Trabalho, Previdência e Assistência Social (Fenasps) se reuniu com o presidente do INSS para negociar a revogação dos textos. Leonardo Rolim adiou uma decisão e marcou novo encontro para sexta-feira, 10 de setembro.

Na reunião, servidores denunciaram más condições de trabalho nas agências da Previdência Social, como internet lenta. Rolim prometeu contratar uma nova plataforma para sanar o problema.

 

FONTE ORIGINAL DA MATÉRIA: Extra

Leia também!

Evento Live das Carreiras Públicas do SUS – Nesta terça, 8h30

No próximo dia 24 de maio ocorrerá de forma live o evento "Encontro de Lideranças das Carreiras Públicas do

Read More...

Transição Energética foi tema de evento realizado pela Agência Servidores

Mas afinal, o que falta para o Brasil estar acelerado de fato na transição energética ?  Esse foi o

Read More...

Reforma tributária: Sindireceita acompanha leitura de novo relatório da PEC 110 no Senado

O diretor de Assuntos Parlamentares do Sindireceita, Sergio Castro acompanhou, na manhã desta quarta-feira, dia 23, na Comissão de

Read More...

Mobile Sliding Menu