Servidores municipais de SP fazem protesto e ocupam o Viaduto do Chá

Ações, Entidades em Ação

Servidores municipais de São Paulo protestaram nesta quinta-feira (19) em frente a sede Prefeitura, no Centro. Segundo o Sindicato dos Servidores Municipais de São Paulo (Sindsep), além da desvalorização da categoria, os servidores municipais de nível básico e médio acumulam perdas salariais de 39,27%.

A manifestação começou logo pela manhã e continuou durante o início da tarde. Às 14h, os manifestantes chegaram à sede da Prefeitura. Às 15h30, a Companhia de Engenharia de Trafego (CET) informou que os servidores municipais ocuparam completamente o Viaduto do Chá. Os manifestantes liberaram o viaduto às 16h50.

Ainda de acordo com informações do Sindsep, o governo prometeu um abono salarial de emergência, mas o projeto de lei está travado judicialmente por ação de um vereador da base do governo.

Os manifestantes também reivindicam que a Prefeitura defina uma data do envio do Projeto de Lei para a Câmara para apressar a tramitação. O sindicato informou que outras paralisações vão acontecer nos dias 1 e 2 de outubro, caso o governo não apresente uma proposta que contemple as reivindicações apresentadas por eles.

 

Em nota, a Prefeitura informou que “está empenhada no reestabelecimento das Mesas de Negociação” do acordo firmado entre fevereiro e março de 2019.

O órgão ainda disse que o objetivo da gestão é dialogar com as entidades, “buscando diminuir desigualdades dentro do funcionalismo público municipal, valorizando carreiras, estimulando atratividade, retendo evasão e lidando com a complexidade da judicialização.”

Veja nota da Prefeitura na íntegra:

“A Secretaria de Gestão está empenhada no reestabelecimento das Mesas de Negociação à luz do Protocolo de Negociação 01/2019, firmado após a greve realizada entre fevereiro e março deste ano.

Em 20 de agosto aconteceu a 3ª Mesa Setorial de Negociação do Nivel Básico (NB) e do Nível Médio (NM) deste ano. Nesta data, a Prefeitura apresentou às entidades a estrutura das propostas da administração municipal de reestruturação dos quadros do NB e do NM. O cronograma de negociações foi aprovado por unanimidade pelos presentes à reunião. No dia 17 de setembro, foram apresentadas novas propostas de restruturações para as duas carreiras.

O Substitutivo 05/19 do Projeto de Lei 616/18, encaminhado pelo Poder Executivo ao Legislativo – que compreende o abono para ativos de R$ 200,00 para o Nível Básico e R$ 300,00 para o Nível Médio; o fim da trava para crescimento; a extinção dos segmentos; e a abertura do Plano de Cargos, Carreiras e Salários (PCCS), atendendo às reinvindicações das categorias -, permanece com efeitos sustados na Câmara Municipal.

O objetivo da Gestão é dialogar com as entidades, buscando diminuir desigualdades dentro do funcionalismo público municipal, valorizando as carreiras, estimulando atratividade, retendo evasão e lidando com a complexidade da judicialização. Cumpre ressaltar que a Prefeitura mantém diálogo aberto e constante com as entidades sindicais.”

 

Com informações de G1

Leia também!

Evento Live das Carreiras Públicas do SUS – Nesta terça, 8h30

No próximo dia 24 de maio ocorrerá de forma live o evento "Encontro de Lideranças das Carreiras Públicas do

Read More...

Transição Energética foi tema de evento realizado pela Agência Servidores

Mas afinal, o que falta para o Brasil estar acelerado de fato na transição energética ?  Esse foi o

Read More...

Reforma tributária: Sindireceita acompanha leitura de novo relatório da PEC 110 no Senado

O diretor de Assuntos Parlamentares do Sindireceita, Sergio Castro acompanhou, na manhã desta quarta-feira, dia 23, na Comissão de

Read More...

Mobile Sliding Menu