Alerj promulga lei que aumenta margem consignável dos servidores estaduais

Ações, Nas Assembleias Legislativas, Serviço Público

Depois que tiveram o veto do governador Cláudio Castro derrubado pela Assembleia Legislativa (Alerj), três leis que afetam servidores públicos estaduais foram promulgadas e publicadas no Diário Legislativo desta quarta-feira (1). Uma delas é a lei 9.501/21, que aumenta a margem consignável do funcionalismo de 35% para 40% até 31 de dezembro de 2021.

Segundo a norma, ainda será preciso uma regulamentação para o novo percentual ser aplicado. O governo do Estado já havia informado que vai cumprir a determinação.

Já a lei 9.494/21 autoriza o governo a convocar todos os aprovados no concurso para admissão ao curso de formação de soldados da Polícia Militar, realizado no ano de 2014.

Outra nova norma é a lei 9.497/21, que diz que o Estado deverá estabelecer estabelecer isonomia de vencimentos dos cargos de auditor da Controladoria Geral do Estado (CGE) com o de analista de controle externo do Tribunal de Contas do Estado do Rio (TCE/RJ).

 

FONTE ORIGINAL DA MATÉRIA: Extra

Leia também!

Bolsonaro briga por 45 mil policiais, enquanto 1 milhão de servidores não têm reajuste há 5 anos

Enquanto o presidente Jair Bolsonaro (PL) promete reajuste salarial a policiais federais, cerca de 1 milhão de servidores ativos,

Read More...

Reajuste de servidor tem de ter fonte de receita, diz senadora Rose de Freitas

A presidente da Comissão Mista de Orçamento, senadora Rose de Freitas (MDB-ES), disse que o Ministério da Economia tem

Read More...

Reajuste para servidor é “desonra, diz Guedes

Um dia depois de enviar ao Congresso um pedido de reserva de R$ 2,8 bilhões para o aumento salarial

Read More...

Mobile Sliding Menu