Arthur Lira se compromete a votar reformas que mudam regras no serviço público

Carreira, No Congresso, Pelo País

Em agenda no Rio de Janeiro, na última quarta-feira, o candidato à presidência da Câmara Federal, deputado Arthur Lira (PP-AL), se comprometeu a priorizar a votação de reformas, como a tributária e a administrativa, além da PEC Emergencial, que poderá vir com dispositivo de redução de salário e jornada de servidores.

Candidato de Bolsonaro, Lira angariou apoio de parte da bancada fluminense, e do governador em exercício do Rio, Cláudio Castro, que também recebeu o parlamentar no Palácio Guanabara.

A PEC da reforma administrativa reformula as regras do serviço público brasileiro: extingue a estabilidade de futuros funcionários públicos e dá fim a benefícios, entre eles os adicionais por tempo de serviço (anuênio, triênio e quinquênio), licença-prêmio, entre outros.

A PEC Emergencial é apontada pela equipe econômica do governo federal como ponto essencial para o controle de gastos públicos. A proposta pode prever a diminuição em 25% da jornada de trabalho e nos vencimentos dos funcionários públicos de todo o país, ou seja, da União, estados e municípios, em períodos de crise fiscal.

 

FONTE ORIGINAL DA MATÉRIA: O Dia

Leia também!

Para servidor, Pazuello fez “pressão atípica” em favor de vacina mais cara

A CPI da Covid no Senado investiga nesta semana em que circunstâncias ocorreram os contratos de importação da vacina

Read More...

Pará: Semana de Inovação 2021 terá transmissão ao vivo de 28 a 30 deste mês de junho

A segunda Semana de Inovação em Gestão Pública da Escola de Governança Pública do Estado do Pará (EGPA) já

Read More...

Sindilegis e entidades intensificam ações contra a PEC da Rachadinha

Três audiências virtuais com parlamentares, representação no TCU e ofícios direcionados ao presidente da Câmara, deputado Arthur Lira (PP/AL).

Read More...

Mobile Sliding Menu