Assembleia aprova projeto que amplia licença-paternidade para servidores e militares de MG

Ações, Carreira, Nas Assembleias Legislativas

A Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) aprovou, na manhã desta quarta-feira (25), um projeto de lei complementar que amplia a licença-paternidade aos servidores públicos e militares do estado.

O texto foi aprovado em plenário, por 57 votos a 2. Dois parlamentares ainda votaram em branco.

O Projeto de Lei Complementar 24/2015, de autoria do deputado estadual Sargento Rodrigues (PTB), amplia de 5 para até 20 dias a licença-paternidade aos servidores públicos e militares do estado, assim como já é aplicado na iniciativa privada pelo Programa Empresa Cidadã.

O texto também garante que a licença-paternidade passa a ser de 180 dias no caso de falecimento ou invalidez permanente ou temporária da mãe em razão de complicações no parto. Todas as regras se estendem a adoção ou guarda judicial.

O PLC ainda propõe a dispensa da apresentação de exames e consultas médicas durante a gravidez para servidoras públicas estaduais.

O deputado Bartô (sem partido) foi um dos parlamentares que votaram em branco, referindo-se ao artigo 5° do projeto como uma “jabuticaba”, que, segundo ele, “nada diz respeito a paternidade” e “faz com que o estado não precise mais divulgar, trimestralmente, o valor pago a título de diárias aos servidores de cada poder competente”.

 

FONTE ORIGINAL DA MATÉRIA: G1

Leia também!

PLC que prevê ajuste nas contas e muda regras de servidores do Rio de Janeiro deve sair da pauta da Câmara

Apesar de previsto para entrar na pauta de amanhã da Câmara de Vereadores, o Novo Regime Fiscal do Município

Read More...

Reforma administrativa: relator reinclui corte de salário de servidores na crise

O relator da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 32/20, a Reforma Administrativa, deputado Arthur Maia (DEM-BA), manteve em

Read More...

Servidores denunciam ao Cremesp aumento de licenças médicas negadas desde que Prefeitura de SP terceirizou perícias

Servidores denunciaram nesta terça-feira (21) ao Conselho Regional de Medicina do Estado (Cremesp) enfrentarem dificuldades para obter licenças médicas

Read More...

Mobile Sliding Menu