Auditor fiscal do Trabalho necessita de maior proteção e adaptação no momento de trabalho remoto

Agência Servidores, Entidades em Ação, Entrevistas, Pelo País

Em entrevista exclusiva à Agência Servidores, o vice-presidente do Sindicato Nacional dos Auditores-Fiscais do Trabalho (SINAIT), Carlos Silva, falou sobre a necessidade de liberação e adaptação no trabalho remoto dos auditores, as dificuldades com as tarefas que não podem ser realizadas remotamente, e a omissão do governo federal na gestão da pandemia.

Carlos diz que o governo federal não tem sido omisso apenas na implantação de um plano de imunização, mas também “declaradamente omisso na gestão de seus trabalhadores”. Ele denuncia a falta de equipamentos de proteção adequados para a situação da pandemia do novo coronavírus.

Silva também destaca uma classe de trabalhadores que não vêm sido bem cuidada nesse momento de extrema atenção sanitária: Os profissionais da coleta de lixo. O vice-presidente relata que esta categoria faz seu trabalho “completamente desprotegida”, pois atualmente a carga de lixo possui “um risco biológico que não se conhecia antes” da pandemia.

 

Assista a entrevista completa logo abaixo:

 

Leia também!

Servidores querem Guedes fora do Ministério da Economia

O ministro da Economia, Paulo Guedes, já balançou no cargo por várias vezes, vítima de boatos de que seria

Read More...

ISP denuncia Bolsonaro na OEA

A Internacional de Serviços Públicos – Brasil (ISP) denuncia o presidente Jair Bolsonaro na Comissão Interamericana de Direitos Humanos

Read More...

Relatório da reforma administrativa será lido hoje, 13 de maio

O relator da Proposta de Emenda à Constituição (PEC 32/2020), deputado Darci de Matos (PSD-SC), confirmou que a leitura

Read More...

Mobile Sliding Menu