Auditor fiscal do Trabalho necessita de maior proteção e adaptação no momento de trabalho remoto

Agência Servidores, Entidades em Ação, Entrevistas, Pelo País

Em entrevista exclusiva à Agência Servidores, o vice-presidente do Sindicato Nacional dos Auditores-Fiscais do Trabalho (SINAIT), Carlos Silva, falou sobre a necessidade de liberação e adaptação no trabalho remoto dos auditores, as dificuldades com as tarefas que não podem ser realizadas remotamente, e a omissão do governo federal na gestão da pandemia.

Carlos diz que o governo federal não tem sido omisso apenas na implantação de um plano de imunização, mas também “declaradamente omisso na gestão de seus trabalhadores”. Ele denuncia a falta de equipamentos de proteção adequados para a situação da pandemia do novo coronavírus.

Silva também destaca uma classe de trabalhadores que não vêm sido bem cuidada nesse momento de extrema atenção sanitária: Os profissionais da coleta de lixo. O vice-presidente relata que esta categoria faz seu trabalho “completamente desprotegida”, pois atualmente a carga de lixo possui “um risco biológico que não se conhecia antes” da pandemia.

 

Assista a entrevista completa logo abaixo:

 

Leia também!

EUA vão exigir imunização de servidores federais e prometem pagamento para quem se vacinar

Com o avanço da variante delta do coronavírus e o ritmo da vacinação contra a Covid-19 em queda, os

Read More...

Secretaria de Transparência de João Pessoa realiza palestra de capacitação para servidores municipais

A Secretaria Executiva da Transparência Pública (Setramp) promoverá na próxima terça-feira (03), às 9h, uma palestra sobre o “Tratamento

Read More...

União descarta criar autarquia para a avaliação de desempenho de servidores

O projeto de avaliação de desempenho no serviço público elaborado pela Secretaria de Gestão e Desempenho de Pessoal do

Read More...

Mobile Sliding Menu