Câmara passa a cobrar comprovante de vacina de servidores

Ações, No Congresso

A Câmara dos Deputados começou nesta segunda-feira (8/11) a exigir o comprovante de vacinação contra a Covid para acessar o prédio. A medida valia desde o fim de outubro, mas só começou a funcionar na prática agora, relataram servidores da Casa.

Seguranças passaram a cobrar um pequeno adesivo que comprova a imunização contra a Covid. Essa identificação, sem holograma ou código de barras, é obtida por meio de um sistema interno da Câmara, depois que o funcionário envia o comprovante da vacina. Servidores que não carregavam o adesivo precisaram mostrar o aplicativo Conecte SUS, do Ministério da Saúde que traz informações vacinais de cada cidadão, para entrar na Casa.

No último dia 29, a Câmara confirmou à coluna que cobraria a vacinação de todas as pessoas que tentassem acessar as dependências do prédio, incluindo Jair Bolsonaro, que disse que não se imunizará. Poucas horas depois, contudo, o presidente da Casa, Arthur Lira, recuou e disse que não impedirá a entrada do presidente.

 

FONTE ORIGINAL DA MATÉRIA: Metrópoles

Leia também!

Evento Live das Carreiras Públicas do SUS – Nesta terça, 8h30

No próximo dia 24 de maio ocorrerá de forma live o evento "Encontro de Lideranças das Carreiras Públicas do

Read More...

Transição Energética foi tema de evento realizado pela Agência Servidores

Mas afinal, o que falta para o Brasil estar acelerado de fato na transição energética ?  Esse foi o

Read More...

Reforma tributária: Sindireceita acompanha leitura de novo relatório da PEC 110 no Senado

O diretor de Assuntos Parlamentares do Sindireceita, Sergio Castro acompanhou, na manhã desta quarta-feira, dia 23, na Comissão de

Read More...

Mobile Sliding Menu