Câmara passa a cobrar comprovante de vacina de servidores

Ações, No Congresso

A Câmara dos Deputados começou nesta segunda-feira (8/11) a exigir o comprovante de vacinação contra a Covid para acessar o prédio. A medida valia desde o fim de outubro, mas só começou a funcionar na prática agora, relataram servidores da Casa.

Seguranças passaram a cobrar um pequeno adesivo que comprova a imunização contra a Covid. Essa identificação, sem holograma ou código de barras, é obtida por meio de um sistema interno da Câmara, depois que o funcionário envia o comprovante da vacina. Servidores que não carregavam o adesivo precisaram mostrar o aplicativo Conecte SUS, do Ministério da Saúde que traz informações vacinais de cada cidadão, para entrar na Casa.

No último dia 29, a Câmara confirmou à coluna que cobraria a vacinação de todas as pessoas que tentassem acessar as dependências do prédio, incluindo Jair Bolsonaro, que disse que não se imunizará. Poucas horas depois, contudo, o presidente da Casa, Arthur Lira, recuou e disse que não impedirá a entrada do presidente.

 

FONTE ORIGINAL DA MATÉRIA: Metrópoles

Leia também!

Estão abertas as inscrições para o Fórum do Sindicalismo do Serviço Público 2022

A  Agência Servidores agendou para 31 de janeiro de 2022 o inédito “Fórum Virtual do Sindicalismo do Serviço Público”,

Read More...

CNJ lança estudo sobre saúde mental de magistrados e servidores

O Conselho Nacional de Justiça lançou pesquisa no começo do mês de dezembro para avaliar o impacto da epidemia

Read More...

Recomposição salarial para servidores estaduais do RJ pode chegar a 11% no salário de janeiro de 2022; tire suas dúvidas

O governador do Rio de Janeiro, Cláudio Castro, disse nesta quarta-feira (dia 1°) que o percentual usado para dar

Read More...

Mobile Sliding Menu