Governo Bolsonaro é alvo de 709 denúncias de ameaças, perseguições e constrangimentos a servidores

Ações, No Governo, Pelo País

O governo Bolsonaro já foi alvo de 709 denúncias de assédio institucional.

O levantamento é feito desde o ano passado pela Associação dos Servidores do Ipea (Afipea) e a Articulação Nacional das Carreiras para o Desenvolvimento Sustentável (Arca).

Segundo a pesquisa, o assédio institucional abrange ameaças, perseguições e constrangimentos a servidores públicos, por meio de regras administrativas ou declarações públicas.

Essa classificação guarda semelhanças com o assédio moral.

A prática foi identificada com mais recorrência no Ministério da Defesa, com 22 denúncias; Fundação Nacional do Índio (Funai), com 11; e Ministério da Saúde, com sete registros.

Confira aqui a publicação da Afipea.

 

FONTE ORIGINAL DA MATÉRIA: Época

Leia também!

Servidores querem Guedes fora do Ministério da Economia

O ministro da Economia, Paulo Guedes, já balançou no cargo por várias vezes, vítima de boatos de que seria

Read More...

ISP denuncia Bolsonaro na OEA

A Internacional de Serviços Públicos – Brasil (ISP) denuncia o presidente Jair Bolsonaro na Comissão Interamericana de Direitos Humanos

Read More...

Relatório da reforma administrativa será lido hoje, 13 de maio

O relator da Proposta de Emenda à Constituição (PEC 32/2020), deputado Darci de Matos (PSD-SC), confirmou que a leitura

Read More...

Mobile Sliding Menu