Servidores do INSS fazem paralisação e pedem suspensão de portarias que aumentaram jornada de trabalho

Ações, Carreira, Pelo País

Servidores do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) fizeram paralisações em diversos estados, nesta quarta-feira (8 de setembro), em protesto contra as portarias que acabaram com a jornada de 30 horas, passando-a para 40 horas, no órgão.

À tarde, a Federação Nacional dos Sindicatos de Trabalhadores em Saúde, Trabalho, Previdência e Assistência Social (Fenasps) se reuniu com o presidente do INSS para negociar a revogação dos textos. Leonardo Rolim adiou uma decisão e marcou novo encontro para sexta-feira, 10 de setembro.

Na reunião, servidores denunciaram más condições de trabalho nas agências da Previdência Social, como internet lenta. Rolim prometeu contratar uma nova plataforma para sanar o problema.

 

FONTE ORIGINAL DA MATÉRIA: Extra

Leia também!

PLC que prevê ajuste nas contas e muda regras de servidores do Rio de Janeiro deve sair da pauta da Câmara

Apesar de previsto para entrar na pauta de amanhã da Câmara de Vereadores, o Novo Regime Fiscal do Município

Read More...

Reforma administrativa: relator reinclui corte de salário de servidores na crise

O relator da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 32/20, a Reforma Administrativa, deputado Arthur Maia (DEM-BA), manteve em

Read More...

Servidores denunciam ao Cremesp aumento de licenças médicas negadas desde que Prefeitura de SP terceirizou perícias

Servidores denunciaram nesta terça-feira (21) ao Conselho Regional de Medicina do Estado (Cremesp) enfrentarem dificuldades para obter licenças médicas

Read More...

Mobile Sliding Menu