Servidores federais criticam Paulo Guedes por pedir apoio para reforma administrativa

Carreira, Entidades em Ação, Pelo País, Serviço Público

O Movimento a Serviço do Brasil lançou nota classificando como “abominável” o pedido feito pelo ministro da Economia, Paulo Guedes, para que o funcionalismo público apoie a aprovação da PEC 32, ocorrido durante o 1º Seminário da Corregedoria do Ministério da Economia. “Graças à mobilização dos servidores públicos contrários à proposta foi possível evitar tragédias no setor público”, destaca o texto.

Confira a nota completa:

 

“O pedido para que o funcionalismo público apoie a aprovação da PEC 32, feito pelo ministro da Economia, Paulo Guedes, durante o 1.º Seminário da Corregedoria do Ministério da Economia é abominável. Graças à mobilização dos servidores públicos contrários à proposta foi possível evitar tragédias no setor público.

O texto da PEC 32, em tramitação na Câmara dos Deputados, é lesivo para servidores, população e é capaz de desestruturar todo arcabouço de políticas públicas construído até hoje. Ao contrário do que é falado por Guedes, o projeto não moderniza a administração pública, ele a torna em um grande cabide de empregos e negociatas políticas.

Também é de se espantar que Paulo Guedes queira que o funcionalismo público apoie uma proposta que abre brechas para corrupção e autoriza que empresas com fins lucrativos assumam a estrutura administrativa dos órgãos de Estado.

Para realizar uma reforma administrativa eficaz é fundamental construí-la em conjunto com os servidores, zelando pelo bem-estar da população, com melhoria das estruturas e otimização de processos. A PEC 32 vai no caminho contrário do que necessita o serviço público, responsável pelo atendimento e cuidado dos brasileiros, principalmente dos que se encontram em situação de vulnerabilidade social, realidade agravada durante o comando do Ministério da Economia por Paulo Guedes.

O Movimento a Serviço do Brasil representa 400 mil servidores dos fiscos estaduais e distrital, Ministério Público e do poder Judiciário.”

 

 

Leia também!

Bolsonaro briga por 45 mil policiais, enquanto 1 milhão de servidores não têm reajuste há 5 anos

Enquanto o presidente Jair Bolsonaro (PL) promete reajuste salarial a policiais federais, cerca de 1 milhão de servidores ativos,

Read More...

Reajuste de servidor tem de ter fonte de receita, diz senadora Rose de Freitas

A presidente da Comissão Mista de Orçamento, senadora Rose de Freitas (MDB-ES), disse que o Ministério da Economia tem

Read More...

Reajuste para servidor é “desonra, diz Guedes

Um dia depois de enviar ao Congresso um pedido de reserva de R$ 2,8 bilhões para o aumento salarial

Read More...

Mobile Sliding Menu