Servidores públicos fazem ato pela derrubada dos vetos de Bolsonaro ao PLP 39

Entidades em Ação, Pelo País, Serviço Público

Servidores federais de diversas partes do país realizaram atos nesta quinta-feira (28) em defesa dos serviços públicos e contra o veto de Jair Bolsonaro (ex-PSL) ao direito a reajustes da categoria por dois anos.

Os atos foram realizados no mesmo dia em que Bolsonaro sancionou o Projeto de Lei Complementar (PLP) nº 39, que prevê socorro financeiro aos estados e municípios brasileiros durante a pandemia do novo coronavírus (Covid-19). Mas, tem uma contrapartida, que foi solicitada pelo ministro da Economia, Paulo Guedes, de congelamento dos salários dos servidores públicos federais, estaduais e municipais até o final de 2021.

Bolsonaro, que havia apoiado a ampliação das categorias que ficariam de fora do congelamento durante votação do projeto na Câmara, entre elas o pessoal da saúde, depois, pressionado por Guedes, disse que vetaria. E vetou.  

O PLP também proíbe progressões e promoções e impede concursos públicos aos servidores até o final do ano que vem.

Os atos foram convocados pela Confederação dos Servidores Públicos Federais (CODSEF) e outras entidades, com participação da CUT e outras centrais, e os manifestantes respeitaram o distanciamento social e o uso de Equipamentos de Proteção Individuais ( EPIs) para se prevenir contra o  coronavírus.

 

FONTE ORIGINAL DA MATÉRIA: CUT

Leia também!

Servidores querem Guedes fora do Ministério da Economia

O ministro da Economia, Paulo Guedes, já balançou no cargo por várias vezes, vítima de boatos de que seria

Read More...

ISP denuncia Bolsonaro na OEA

A Internacional de Serviços Públicos – Brasil (ISP) denuncia o presidente Jair Bolsonaro na Comissão Interamericana de Direitos Humanos

Read More...

Relatório da reforma administrativa será lido hoje, 13 de maio

O relator da Proposta de Emenda à Constituição (PEC 32/2020), deputado Darci de Matos (PSD-SC), confirmou que a leitura

Read More...

Mobile Sliding Menu